Pastor de ovelhas segurando um carneiro em seus braços, em pasto.

A voz do Bom Pastor

30/09/2021
Por Rosh Gilberto Branco

Tempo de leitura: minutos


Yochanan (Jo) 10:1-16

"Sim, eu lhes digo: quem não entra no recinto das ovelhas pela porta, mas sobe por outro lugar, é ladrão e assaltante. Mas quem entra pelo portão é o pastor das ovelhas. Esse é quem o porteiro admite, e as ovelhas ouvem sua voz. Ele chama as ovelhas pelo nome e as leva para fora. Depois de conduzir para fora tudo o que lhe pertence, vai adiante delas; as ovelhas o seguem porque lhe conhecem a voz. Mas nunca seguirão um estranho; na verdade, fugirão dele, porque a voz de estranhos não lhes é familiar".

Yeshua usou essa maneira indireta de lhes falar, mas eles não entenderam o que estava falando. Então Yeshua lhes disse de novo: "Sim, afirmo que eu sou o portão das ovelhas. Todos os que vieram antes de mim eram ladrões e assaltantes, mas as ovelhas não lhes deram ouvidos. Eu sou o portão; se alguém entrar por mim estará seguro; entrará e sairá, e encontrará pastagem. O ladrão vem apenas para roubar, matar e destruir; eu vim para que possam ter vida - vida em sentido pleno.

"Eu sou o bom pastor. O bom pastor abre mão da sua vida pelas ovelhas. O trabalhador contratado, por não ser o pastor e as ovelhas não lhe pertencerem, quando vê o lobo a caminho, abandona as ovelhas e foge. Então o lobo as ataca e as dispersa. O trabalhador contratado se comporta dessa forma por ser contratado; portanto, para ele não importa o que acontece com as ovelhas. Eu sou o bom pastor; conheço o que é meu, e o que é meu me conhece, como o Pai me conhece, e eu conheço o Pai; e abro mão da minha vida a favor das ovelhas. Tenho também outras ovelhas que não são deste recinto; preciso trazê-las, e elas ouvirão minha voz; e haverá um rebanho e um pastor.


Yeshua fez um discurso muito importante no que diz respeito ao nosso esclarecimento sobre como Ele age.  

Dentro do contexto que Yeshua falou, precisamos entender que as pessoas daquela época conheciam muito bem a forma como eram as criações de ovelhas e Yeshua utilizou essa ilustração para deixar muito claro o cuidado e a ligação que um pastor tem com as ovelhas. 

A vida do pastor envolve as ovelhas, ele as acompanha no campo, na hora de retornar ao aprisco, cuida para que cada uma esteja em segurança, as protege de qualquer ameaça, está sempre junto das ovelhas. 

Isto ilustra bastante a atuação do Eterno, Yeshua falou que Ele estaria conosco todo tempo e Ele está sempre presente em nossa vida, e Ele age de uma maneira que nos permite saber que está conosco.

As ovelhas se acostumam com a liderança do pastor, e elas conhecem a sua voz e entendem o que ele quer, e assim é com Yeshua. 


Se há uma coisa que nós podemos ter certeza é que Yeshua conhece cada ovelha, nós não conhecemos todas as ovelhas, mas Ele conhece cada uma. 

Quando Ele fala, nós, que somos ovelhas do Seu pasto, reconhecemos a Sua voz, e é por isso que O seguimos. 

A voz do estranho não vai soar familiar, como a voz do pastor, então nós não vamos segui-la. Já a ovelha que não é do rebanho, vai dar ouvidos a outras coisas. s

Se ela não está acostumada com nenhuma voz, ela vai seguir qualquer um.

Mas, o que importa é que Yeshua, sendo O nosso Pastor, nos permite conhecer a sua voz. 

E as pessoas que ainda não estão aqui, as pessoas que pertencem a Ele, mas que ainda não estão no rebanho juntas conosco, virão. 


Então o que nós temos que fazer? 

Se nós pertencemos a esse rebanho nós temos que levar a palavra e a voz de Yeshua para as pessoas, porque, no meio de uma multidão de pessoas, alguns vão reconhecer esta voz. 

Quando nós falamos de Yeshua, algumas pessoas vão identificar que pertencem a este rebanho, que pertencem a Yeshua, e se aproximarão, e virão para o rebanho. 

Aquelas que não são ovelhas de Yeshua serão indiferentes, são pessoas que não vão aceitar, não vão dar ouvidos, porque a voz dEle só é reconhecida por aqueles que estão de coração aberto para isto. 

Nós não sabemos quem é, e quem não é parte do rebanho, mas ao difundirmos a palavra de Yeshua, a Sua voz, as pessoas terão a oportunidade de se identificar. 

Por isso o nós temos um trabalho importante para fazer: continuar anunciando Yeshua. Nós precisamos falar em todos os meios. 


E, além disso, temos que analisar como é bom pertencer a este rebanho. Sabemos que quando outro “pastor”, outros “messias” ou outro “líder”, alguém que não vem pela porta, como disse no texto que lemos, mas sobe pelo muro, é ladrão. Muitos ladrões e muitos assaltantes já tentaram roubar as ovelhas, desviá-las, mostrar outros caminhos. Nós mesmos muitas vezes já fomos assediados, mas, seja como for, é uma voz estranha. Não dá para seguir. 

Nós podemos ficar confusos eventualmente, ou não saber a quem seguir, mas no momento em que Yeshua surgiu em nossa vida, no momento em que ouvimos a sua voz, nos identificamos com Ele, que Ele é o Pastor. 

Nós O seguimos, e quem realmente pertence ao rebanho, não quer sair dele, não quer se afastar, ou ir atrás de outro pastor. 


Vemos também, que o pastor que é verdadeiro, dá a vida pelas ovelhas e vai garantir a segurança delas.

Nós sabemos quando o pastor está tomando conta das ovelhas porque elas estão distraídas, preocupadas só em comer sua grama, beber sua água, descansar quando estão cansadas, ou seja, ficam seguras porque o pastor está tomando conta e ele vai enfrentar o leão, o urso, como fazia o próprio rei David, antes de ser ungido rei. 

David era um jovem que estava disposto até mesmo a morrer porque estava cuidando das ovelhas, e a palavra do Eterno descreve que ele enfrentou um leão, um urso e que ele estava disposto a fazer isto para garantir que as ovelhas ficassem em segurança (Sh’mu’el Alef (1 Sm) 17:34-37). 


Yeshua faz exatamente isso conosco, Ele nos guarda em todo tempo, nos garante segurança. Nós sabemos que com Ele nós vamos para o aprisco, vamos para um lugar cercado e protegido onde vamos nos sentir à vontade. 

Por enquanto, estamos no campo, estamos nos alimentando, porque precisamos da comunhão, da palavra do Eterno, estamos anunciando que a voz do Messias está disponível, estamos vivendo e estamos seguros. 

Mas, haverá um momento em que nós seremos recolhidos para o aprisco. 

Podemos até fazer uma analogia com o momento em que formos recolhidos desse mundo. 

Todos aqueles que ouvem a voz de Yeshua farão parte de um único rebanho, e nós faremos parte de um único povo. Seremos recolhidos para o Reino de Deus, e lá não haverá nenhum perigo, estaremos em absoluta segurança e não teremos que nos preocupar com absolutamente nada. 


Então vamos viver este momento, dessa forma, sentimo-nos seguros porque a presença de Yeshua em nossa vida garante toda a segurança. 


Quem entende o que é a salvação em Yeshua, sabe o quanto é importante e o quão problemático é ver uma pessoa que não tem isto, porque uma ovelha que não tem um pastor para cuidar, para orientar, fica vulnerável ao extremo, ela está em grande perigo. 

Sabemos o que acontece com uma ovelha que se perde e se afasta do rebanho: é vítima, uma presa fácil para os predadores. 

Por isso, é necessário estarmos sob a proteção do Grande Pastor. 

Quando estamos com Ele, nos sentimos seguros. 

Como é terrível sentir-se ameaçado, e, quem está no mundo, tem medo da morte, medo de qualquer ameaça. 

Mas, nós sabemos que haverá um momento em que vamos, não somente ouvir a voz, mas vamos ouvir também o toque do Shofar que vai nos reunir para juntos da presença do nosso Deus para sempre.


Vamos usufruir e saborear esses momentos em que estamos debaixo do pastoreio de Yeshua, nosso Messias, pois Ele está conosco a cada instante. 

E vamos aproveitar este período e anunciar a voz de Yeshua para que outros possam ouvir e então conhecê-Lo.


Escrito por

Rosh Gilberto Branco

Tempo de leitura: minutos


Compartilhe:


Leia também:

Estudo sobre Romanos - Parte 9

Vai um cookie aí?

Nós utilizamos cookies para aprimorar a sua experiência em nosso site. Ao fechar este banner ou continuar na página, você concorda com o uso de cookies.

Saiba Mais