Uma bíblia aberta com uma caneta no meio, em cima de um caderno aberto com diversas anotações

Profecias messiânicas em Mateus

09/11/2021
Por Rosh Gilberto Branco

Tempo de leitura: minutos


Vamos comentar sobre algumas profecias que são citadas na Bessorá de Mateus que foram cumpridas na vida de Yeshua.

Não é nosso propósito esgotar o assunto, mas dar subsídios para firmar a nossa convicção quando formos confrontados por pessoas que não creem no poder do Eterno.

 

Sobre o nascimento virginal

Por isso o Senhor mesmo lhes dará um sinal: a virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e o chamará Imanuel. Isaías 7:14

Cumpriu-se em;

Tudo isso aconteceu para que se cumprisse o que o Senhor dissera pelo profeta:

"A virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e lhe chamarão Imanuel" que significa "Deus conosco". Mateus 1:22,23

Sabemos o quanto este tema tem sido atacado por quem não deseja crer na messianidade de Yeshua, e o argumento mais usado para tentar denegrir o entendimento do milagre da concepção é o uso da palavra hebraica “almá”, que literalmente significa mulher jovem, e não especificamente virgem.

Seja qual for o argumento alegando que a palavra não significa necessariamente virgem, ela pode ser sim usada para esse contexto, e para validar o significado é só raciocinarmos um pouco.

1- O escritor do livro de Mateus quis dar esse sentido no texto de Isaías, pois descreveu toda a circunstância que envolveu o nascimento da criança como sendo algo milagroso, o que não o seria se houvesse ocorrido uma gravidez normal.

2- Mirian e Yossef estavam noivos, no período eirussin quando os noivos vivem separados, mas já são chamados de desposados, então espera-se que a noiva seja virgem.

3- Se ela foi escolhida pelo Eterno para gestar o corpo do Messias era porque necessariamente ela estaria em um estado de pureza e não seria chamada de “muito favorecida! O Senhor é contigo”. O Eterno não escolheria uma impura para tal distinção.

4- Já sobre Yossef, diz o texto que ele era “um homem justo”, também não se espera que o Eterno diga algo assim de alguém que não respeitaria sua noiva.

 

Esse debate acadêmico linguístico sobre as palavras almá e betulá perde o valor se considerarmos o seguinte;

Pode alguém perguntar, “Seria mesmo necessário que ela fosse virgem se eventualmente já poderia estar casada legalmente?”. A resposta é sim, foi necessário que ela ainda não tivesse consumado o matrimônio para que de fato pudesse ser dito que Yeshua é o Filho do Eterno, pois a concepção não dependeu nem dela e nem do marido. Lembremos que nascimentos especiais e milagrosos como Isaque, Samuel e João não fez com que fossem chamados de filhos de Deus, mas sim filhos dos seus pais.

Para crer nisso basta acreditar no poder sobrenatural do Eterno.

 

Sobre o local de nascimento

"Mas tu, Belém-Efrata, embora sejas pequena entre os clãs de Judá, de ti virá para mim aquele que será o governante sobre Israel. Suas origens estão no passado distante, em tempos antigos. " Miquéias 5:2

Cumpriu-se em;

Depois que Yeshua nasceu em Belém da Judéia, nos dias do rei Herodes, magos vindos do Oriente chegaram a Jerusalém e perguntaram: "Onde está o recém-nascido rei dos judeus? Vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo".

Quando o rei Herodes ouviu isso, ficou perturbado, e com ele toda a Jerusalém.

Tendo reunido todos os chefes dos sacerdotes do povo e os mestres da lei, perguntou-lhes onde deveria nascer o Messias.

E eles responderam: "Em Belém da Judéia; pois assim escreveu o profeta: Mateus 2:1-5

É interessante notarmos que apesar da profecia ter sido cumprida exatamente como escrita, Yeshua era mais lembrado pela localidade onde viveu, por isso era chamado de nazareno, mas deveria ser belemita. Muitos deixaram de reconhecer Yeshua como Messias por terem preconceito com o pequeno povoado de Nazaré.

É óbvio que a multidão reconhecia o Messias pelo que Ele era mais do que pela sua naturalidade.

 

O retorno do Egito

Quando Israel era menino, eu o amei, e do Egito chamei o meu filho. Oséias 11:1

Cumpriu-se em;

Então ele se levantou, tomou o menino e sua mãe durante a noite, e partiu para o Egito, onde ficou até a morte de Herodes. E assim se cumpriu o que o Senhor tinha dito pelo profeta: "Do Egito chamei o meu filho". Mateus 2:14,15

É um detalhe interessante que somente a presciência do Eterno poderia prever esse acontecimento, pois dificilmente alguém precisaria fazer uma mudança de país por causa do nascimento de um bebê.

Mais uma vez podemos notar que o Eterno trata a criança como “meu Filho”, e não como filho de José.

 

Sobre curas

Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças, contudo nós o consideramos castigado por Deus, por ele atingido e afligido. Isaías 53:4

Cumpriu-se em;

Ao anoitecer foram trazidos a ele muitos endemoninhados, e ele expulsou os espíritos com uma palavra e curou todos os doentes.

E assim se cumpriu o que fora dito pelo profeta Isaías: "Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças". Mateus 8:16,17

Todo o ministério do Messias foi repleto de eventos de cura, sendo que o principal motivador desses milagres não foi tornar Yeshua famoso e procurado por doentes, mas simplesmente foi a manifestação da misericórdia do Eterno para com as pessoas sofredoras.

 

Sobre serviço

"Eis o meu servo, a quem sustento, o meu escolhido, em quem tenho prazer. Porei nele o meu Espírito, e ele trará justiça às nações.

Não gritará nem clamará, nem erguerá a voz nas ruas.

Não quebrará o caniço rachado, e não apagará o pavio fumegante. Com fidelidade fará justiça; não mostrará fraqueza nem se deixará ferir, até que estabeleça a justiça sobre a terra. Em sua lei as ilhas porão sua esperança. " Isaías 42:1-4

Cumpriu-se em;

Isso aconteceu para se cumprir o que fora dito pelo do profeta Isaías: "Eis o meu servo, a quem escolhi, o meu amado, em quem tenho prazer. Porei sobre ele o meu Espírito, e ele anunciará justiça às nações.

Não discutirá nem gritará; ninguém ouvirá sua voz nas ruas.

Não quebrará o caniço rachado, não apagará o pavio fumegante, até que leve à vitória a justiça.

Em seu nome as nações porão sua esperança". Mateus 12:17-21

É interessante verificarmos que realmente Yeshua nunca levantou a sua voz para chamar a atenção das pessoas, nunca “bateu boca” com ninguém nem em público e nem particularmente. Mesmo quando queriam desacreditá-lo Ele simplesmente dava respostas diretas e objetivas que faziam calar os mais obstinados opositores do Messias.

 

Sobre o uso de parábolas

Em parábolas abrirei a minha boca, proferirei enigmas do passado; Salmos 78:2

Cumpriu-se em;

Yeshua falou todas estas coisas à multidão por parábolas. Nada lhes dizia sem usar alguma parábola, cumprindo-se, assim, o que fora dito pelo profeta: "Abrirei minha boca em parábolas, proclamarei coisas ocultas Desde a criação do mundo". Mateus 13:34,35

É inegável essa característica de Yeshua, mas não era algo sem propósito, muitas vezes Ele deixou claro que verdades profundas foram anunciadas, mas somente aos interessados foram devidamente esclarecidas.

 

Sobre a entrada em Jerusalém

Alegre-se muito, cidade de Sião! Exulte, Jerusalém! Eis que o seu rei vem a você, justo e vitorioso, humilde e montado num jumento, um jumentinho, cria de jumenta. Zacarias 9:9

Cumpriu-se em;

Isso aconteceu para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta: "Digam à cidade de Sião: ‘Eis que o seu rei vem a você, humilde e montado num jumento, num jumentinho, cria de jumenta’ ".

Os discípulos foram e fizeram o que Yeshua tinha ordenado.

Trouxeram a jumenta e o jumentinho, colocaram sobre eles os seus mantos, e sobre estes Yeshua montou. Mateus 21:4-7

Certos eventos são claramente executados visando externar significados importantes sobre a natureza do Messias.

Pessoas desconectadas da importância de Yeshua sempre irão menosprezar os sinais e símbolos descritos para nossa edificação.

 

Sobre a rejeição

A pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular. Salmos 118:22

Cumpriu-se em;

Yeshua lhes disse: "Vocês nunca leram nas Escrituras? ‘A pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular; isso vem do Senhor, e é algo maravilhoso para nós’.

"Portanto eu lhes digo que o Reino de Deus será tirado de vocês e será dado a um povo que dê os frutos do Reino. Mateus 21:42,43

Ninguém deve estranhar a atitude das lideranças judaicas sobre Yeshua, pois tudo estava previsto e um plano foi feito em torno disso. O mundo era o alvo do Eterno, então era necessária a perseguição, a dispersão e a difusão da mensagem salvífica por todas as nações onde outros povos dariam frutos no Reino.

 

Sobre a sua divindade

O Senhor disse ao meu Senhor: "Senta-te à minha direita até que eu faça dos teus inimigos um estrado para os teus pés". Salmos 110:1

Cumpriu-se em;

Ele lhes disse: "Então, como é que Davi, falando pelo Espírito, o chama ‘Senhor’? Pois ele afirma: ‘O Senhor disse ao meu Senhor: "Senta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo de teus pés" ’.

Se, pois, Davi o chama ‘Senhor’, como pode ser ele seu filho? " Mateus 22:43-45

Neste contexto, o próprio Messias usou uma passagem do TANACH para confirmar a sua natureza e o que haveria de ocorrer sobre a manifestação da divindade entre os homens.

Com essa referência Yeshua calou os seus opositores.

 

Sobre o abandono

"Levante-se, ó espada, contra o meu pastor, contra o meu companheiro! ", declara o Senhor dos Exércitos. "Fira o pastor, e as ovelhas se dispersarão, e voltarei minha mão para os pequeninos. Zacarias 13:7

Cumpriu-se em;

Então Yeshua lhes disse: "Ainda esta noite todos vocês me abandonarão. Pois está escrito: ‘Ferirei o pastor, e as ovelhas do rebanho serão dispersas’. Mateus 26:31

Sem dificuldades para nós, o próprio Messias dá a referência profética do que estava para acontecer. O Eterno conhece melhor do que ninguém a natureza humana, tanto que quando Kefa retrucou que ele nunca abandonaria Yeshua, o Messias afirmou que no mesmo dia isso iria acontecer.

 

Sobre a sua volta futura

"Na minha visão à noite, vi alguém semelhante a um filho de um homem, vindo com as nuvens dos céus. Ele se aproximou do ancião e foi conduzido à sua presença. Daniel 7:13

Cumpriu-se em;

"Tu mesmo o disseste", respondeu Yeshua. "Mas eu digo a todos vós: chegará o dia em que vereis o Filho do homem assentado à direita do Poderoso e vindo sobre as nuvens do céu". Mateus 26:64

O que para nós que cremos na Torá é uma mensagem de esperança e conforto, tornou-se uma afronta e desejo de morte por parte dos judeus incrédulos.

Yeshua confirma a forma como Ele haveria de voltar.

E para quem não quer reconhecer que Yeshua não é uma criatura do Eterno, o próprio Daniel disse sobre a sua visão;

A ele foram dados autoridade, glória e reino; todos os povos, nações e homens de todas as línguas o adoraram. Seu domínio é um domínio eterno que não acabará, e seu reino jamais será destruído. Daniel 7:14

Sobre o Filho do Homem será dada glória e reino e, para desespero de alguns, os povos o adorarão! Importante entender que nunca o Eterno permitiu que nenhuma das suas criaturas, fossem anjos, arcanjos, querubins ou que tipo seja recebesse adoração ou fossem servidos em submissão, mesmo porque os anjos servem ao Criador em nosso favor.

Só o Eterno pode ser adorado e servido.

 

Crucificação, vinho com fel e vinagre

Puseram fel na minha comida e para matar-me a sede deram-me vinagre. Salmos 69:21

Cumpriu-se em;

e lhe deram para beber vinho misturado com fel; mas, depois de prová-lo, recusou-se a beber. Mateus 27:34

A bebida oferecida a Yeshua era um vinagre de vinho romano popular, que tinha uma “droga” (fel) misturada para entorpecer os sentidos, era uma bebida venenosa usada para entorpecer os executados no madeiro.
Quando David escreveu o salmo os romanos ainda nem eram uma nação poderosa e nem usavam a execução numa cruz.

 

Crucificação, divisão das vestes

Escrito por

Rosh Gilberto Branco

Tempo de leitura: minutos


Compartilhe:


Leia também:

Seudat Mashiach, uma mitsvá do Messias

Vai um cookie aí?

Nós utilizamos cookies para aprimorar a sua experiência em nosso site. Ao fechar este banner ou continuar na página, você concorda com o uso de cookies.

Saiba Mais