Homem em frente de uma estante cheia de livros, gesto corporal remetendo a dúvida, pensamento

O quanto realmente cremos no poder do Eterno

24/10/2021
Por Rosh Gilberto Branco

Tempo de leitura: minutos


Quando olhamos a capacidade intelectual do ser humano, a inteligência que nos foi dada pelo Criador, ficamos realmente fascinados. É uma capacidade importantíssima que nos permite entender que somos realmente uma criação distinta neste vasto universo.

Contudo, devemos entender que essa mesma inteligência é limitada, e toda a nossa capacidade de aprender, processar informações, entender como funcionam as coisas, concluir o significado das coisas que vemos ou ouvimos, planejar o que fazer com o conhecimento que temos, sim toda essa capacidade está limitada à quantidade de informações recebidas pelos nossos sentidos, e as informações que conseguimos adquirir pelo nosso esforço são limitadas.

Além das limitações do que podemos alcançar, ainda existe a impossibilidade de conhecermos o que está fora da nossa capacidade física, mais especificamente sobre as coisas espirituais.

Sobre as coisas espirituais, somente podemos saber alguma coisa se recebermos a revelação da parte do Criador.

Maravilhoso, agora podemos saber sobre aquilo que estava oculto aos nossos sentidos, são mais informações para processar!

Agora temos informações reveladas sobre o tema espiritual e aquelas que adquirimos pelas nossas observações, só que eventualmente elas entram em conflito. Como agir então?

Aprendemos que as coisas espirituais devem ser aceitas por confiança na revelação e as coisas materiais são aceitas com as nossas experiências, mas quando essas coisas entram em colisão, devemos nos posicionar de forma inteligente.

Por nossa conveniência, podemos crer na atuação do Eterno para cura, solução de problemas, milagres dos mais diversos tipos, mas quando certos conceitos afrontam a nossa lógica, temos duas possibilidades, ou aceitamos a revelação sem questionar, ou deixamos os nossos conceitos tentarem explicar as coisas de forma material.

Pois bem, com certeza tentar explicar o espiritual através do material será muito difícil, o mais provável é que a explicação será no mínimo incompleta, então o certo será entender a revelação pela revelação.

Exemplos de assuntos que devemos aceitar pela revelação;

Podemos aceitar que o Eterno faz o que quer e do jeito que quer?

Podemos aceitar que muitas vezes não entenderemos como e nem porque Ele faz o que faz?

Podemos aceitar que nós não podemos determinar o que e como Ele deve fazer o que desejamos que Ele faça?

 

Então vamos compreender que muitas posições e questionamentos que encontramos, feitos por pessoas que aparentam grande cultura, de fato não procedem.

 

Por exemplo:

 

Sobre a concepção do Messias;

Alguns duvidam e fazem de tudo para provar que Mirian não era virgem ao gerar o Messias e que o texto de Isaías não diz o que diz.

Foi assim o nascimento de Yeshua Mashiach: Mirian, sua mãe, estava prometida em casamento a Yossef, mas, antes que se unissem, achou-se grávida pelo Espírito Santo.
Por ser Yossef, seu futuro marido, um homem justo, e não querendo expô-la à desonra pública, pretendia anular o noivado secretamente.
Mas, depois de ter pensado nisso, apareceu-lhe um anjo do Senhor em sonho e disse: " Yossef, filho de Davi, não tema receber Mirian como sua esposa, pois o que nela foi gerado procede do Espírito Santo.
Ela dará à luz um filho, e você deverá dar-lhe o nome de Yeshua, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados".
Tudo isso aconteceu para que se cumprisse o que o Senhor dissera pelo profeta:
"A virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e lhe chamarão Immanu El" que significa "Deus conosco". Mateus 1:18-23

Descrer que o texto diz o que diz, é descrer no poder do Eterno de fazer o que quiser fazer.

 

Também há questionamentos sobre a participação humana na geração do corpo de Yeshua, mas vamos analisar o que disse o Eterno a Mirian;

Você ficará grávida e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Yeshua.
Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo. O Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi, e ele reinará para sempre sobre o povo de Jacó; seu Reino jamais terá fim".
Perguntou Mirian ao anjo: "Como acontecerá isso, se sou virgem? "
O anjo respondeu: "O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo a cobrirá com a sua sombra. Assim, aquele que há de nascer será chamado santo, Filho de Deus.  Lucas 1:31-35

Vemos que o Eterno não se prende aos conceitos humanos, Ele tem os seus próprios conceitos.

1- Mirian ficará grávida e dará à luz um filho (não disse dará à luz o seu filho), mas quem dá à luz é quem tem a responsabilidade de ser a mãe.

Hoje em dia podemos ter uma analogia que não seria viável a dois mil anos, que seria o caso de uma mulher que implanta um feto inseminado artificialmente no seu ventre, e mesmo que não seja um óvulo seu que tenha sido fecundado, mesmo assim será a mãe da criança gerada.

Então, o feto gerado pelo Espírito do Eterno no ventre de Mirian, mesmo não tendo nenhuma participação nem dela e nem do seu noivo, será sempre seu filho legalmente. Isso é o que importou ao Criador.

 

2- Será herdeiro do trono de David legitimamente porque teve como pai legalmente um descendente do rei David, pois Yosef casou-se legalmente com Mirian e nunca existiu nenhum outro ser humano que pudesse alegar a paternidade do menino.

 

3- Mirian reafirmou a sua virgindade e o anjo lhe explicou que sobre ela viria a sombra do poder do poder do Altíssimo, que no grego usou-se a palavra επισκιασει (episkiasei), que pode significar “lançar uma sombra sobre”, “envolver em uma névoa de brilho”, ou ser usada figurativamente para “investir com influência sobrenatural”, sendo este último o significado mais adequado, então essa influência sobrenatural seria a geração do corpo que o Messias iria usar durante a sua vida terrena. Por isso que o que haveria de nascer seria chamado de santo e Filho de Deus.

 

Disto concluímos que nem Mirian e nem Yosef contribuíram com a sua carga genética na formação de Yeshua, mas se tornou um ser 100% humano e ao mesmo tempo Filho legítimo da Divindade.

 

Sobre sua natureza divina;

Muitos querem contestar a natureza divina de Yeshua aliada à natureza humana dele. Para isso já surgiram muitas argumentações, todas ignorando os próprios textos das Escrituras, como vemos aqui;

Registro da genealogia de Yeshua Mashiach, filho de David, filho de Abraão: Mateus 1:1

Sendo divino Ele teria esta ascendência humana? Certamente que sim, conforme a argumentação que vimos anteriormente.

 

Não é frequente utilizarmos o testemunho do adversário, mas neste caso é inevitável a confirmação de que até os demônios se submetem a Ele.

e gritou em alta voz: "Que queres comigo, Yeshua, Filho do Deus Altíssimo? Rogo-te por Deus que não me atormentes! " Marcos 5:7

Aquela legião toda de demônios reconheceu o Filho de Deus, não o viram como um homem comum, pois não o respeitariam, mas se subordinaram à sua autoridade. Qualquer homem que tenha que enfrentar uma manifestação demoníaca desta natureza só terá sucesso usando o nome de Yeshua.

 

O próprio Yeshua argumentou com a lógica usando as Escrituras para que pessoas que se consideravam inteligentes pudessem entender a sua natureza.

Então Yeshua lhes perguntou: "Como dizem que o Messias é Filho de Davi?
"O próprio Davi afirma no Livro dos Salmos: ‘O Senhor disse ao meu Senhor: "Senta-te à minha direita até que eu ponha os teus inimigos como estrado para os teus pés" ’.
Portanto Davi o chama ‘Senhor’. Então, como é que ele pode ser seu filho?" Lucas 20:41-44

Qualquer um com a mente aberta entenderia a argumentação de Yeshua.

 

Sobre a sua morte e ressurreição;

Desde que os sacerdotes e fariseus subornaram os soldados para negarem a ressurreição do Messias, existem muitos que não querem aceitar que Yeshua ressuscitou.

Pois, se os mortos não ressuscitam, nem mesmo o Messias ressuscitou.
E, se o Messias não ressuscitou, inútil é a fé que vocês têm, e ainda estão em seus pecados.
Neste caso, também os que dormiram no Messias estão perdidos.
Se é somente para esta vida que temos esperança no Messias, dentre todos os homens somos os mais dignos de compaixão.
Mas de fato o Messias ressuscitou dentre os mortos, sendo as primícias dentre aqueles que dormiram. 1 Coríntios 15:16-20

Quem não acredita em ressurreição não acredita também no poder do Eterno.

 

Sobre a sua volta;

Existem muitos que rejeitam a mensagem de que Yeshua seja o Messias de Israel porque alegam que Ele não cumpriu todas as profecias e não creem que o Messias viria duas vezes.

Irmãos, quanto à vinda de nosso Senhor Yeshua o Messias e ao nosso reencontro com ele, rogamos a vocês que não se deixem abalar nem alarmar tão facilmente, quer por profecia, quer por palavra, quer por carta supostamente vinda de nós, como se o dia do Senhor já tivesse chegado.
Não deixem que ninguém os engane de modo algum. Antes daquele dia virá a apostasia e, então, será revelado o homem do pecado, o filho da perdição. Este se opõe e se exalta acima de tudo o que se chama Deus ou é objeto de adoração, a ponto de se assentar no santuário de Deus, proclamando que ele mesmo é Deus.
Não se lembram de que quando eu ainda estava com vocês costumava lhes falar essas coisas?
E agora vocês sabem o que o está detendo, para que ele seja revelado no seu devido tempo.
A verdade é que o mistério da iniquidade já está em ação, restando apenas que seja afastado aquele que agora o detém.
Então será revelado o perverso, a quem o Senhor Yeshua matará com o sopro de sua boca e destruirá pela manifestação de sua vinda.
A vinda desse perverso é segundo a ação de Satanás, com todo o poder, com sinais e com maravilhas enganadoras.
Ele fará uso de todas as formas de engano da injustiça para os que estão perecendo, porquanto rejeitaram o amor à verdade que os poderia salvar.
Por essa razão Deus lhes envia um poder sedutor, a fim de que creiam na mentira, e sejam condenados todos os que não creram na verdade, mas tiveram prazer na injustiça. 2 Tessalonicenses 2:1-12

Agora é realmente uma questão de crermos no poder do Eterno.

Não há argumento humano que possa convencer nenhuma pessoa, somente quem tem confiança absoluta nas Escrituras e aceita as revelações sem uso de argumentos materiais poderá aceitar tudo o que diz respeito sobre a volta do Messias.

 

Vejamos mais algumas promessas relativas ao assunto;

Porque assim como o relâmpago sai do Oriente e se mostra no Ocidente, assim será a vinda do Filho do homem. Mateus 24:27

 

Como foi nos dias de Noé, assim também será na vinda do Filho do homem.
Pois nos dias anteriores ao dilúvio, o povo vivia comendo e bebendo, casando-se e dando-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca; e eles nada perceberam, até que veio o dilúvio e os levou a todos. Assim acontecerá na vinda do Filho do homem.
Dois homens estarão no campo: um será levado e o outro deixado.
Duas mulheres estarão trabalhando num moinho: uma será levada e a outra deixada.
"Portanto, vigiem, porque vocês não sabem em que dia virá o seu Senhor.
Mas entendam isto: se o dono da casa soubesse a que hora da noite o ladrão viria, ele ficaria de guarda e não deixaria que a sua casa fosse arrombada.
Assim, também vocês precisam estar preparados, porque o Filho do homem virá numa hora em que vocês menos esperam. Mateus 24:37-44

 

Assim, nós sabemos que haveriam mesmo muitos que não iriam acreditar e nem confiar no que diz as Escrituras e para isso fomos alertados.

Orem também para que sejamos libertos dos homens perversos e maus, pois a confiança não é de todos. 2 Tessalonicenses 3:2

 

Você confia que o Eterno pode fazer tudo o que quer, do jeito que quer e quando quer sem depender da nossa aprovação?

Se acredita, então você é um privilegiado, mas se não acredita, então a situação é lamentável.

Fica então esclarecido que o nosso Deus fará tudo o que prometeu e o fará como prometeu, mesmo que pareça ilógico e impossível, porque Ele não está nem um pouco preocupado com a nossa opinião.


Escrito por

Rosh Gilberto Branco

Tempo de leitura: minutos


Compartilhe:


Leia também:

ENCONTRADAS AS DEZ TRIBOS PERDIDAS

Vai um cookie aí?

Nós utilizamos cookies para aprimorar a sua experiência em nosso site. Ao fechar este banner ou continuar na página, você concorda com o uso de cookies.

Saiba Mais