uma mulher sussurrando no ouvido de uma outra mulher com a mão nos lábios

A mentira

25/12/2021
Por

Tempo de leitura: minutos


Já falamos sobre a verdade e já sabemos o que ela é, mas falar sobre a mentira, não é simplesmente dizer que é o antônimo da verdade, porque há muito o que se analisar sobre ela.

 

Definição secular;

- Mentira é uma afirmação ou negação falsa dita por alguém que sabe (ou suspeita) de tal falsidade, ou se engana sem ser propositado, mas na maioria das vezes espera que seus ouvintes acreditem nos dizeres.

 

O esclarecimento bíblico;

Vocês pertencem ao pai de vocês, Satan, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira. João 8:44

A raiz da mentira está afastada da santidade de Deus, ela foi sugerida ao homem ainda no jardim do Éden e foi aceita bem facilmente.

 

O ser humano é muito interessante, se ofende se alguém o chama de mentiroso, ao mesmo tempo que não se importa com a mentira se ela o faz sentir bem.

Os profetas profetizam mentiras, os sacerdotes governam por sua própria autoridade, e o meu povo gosta dessas coisas. Mas o que vocês farão quando tudo isso chegar ao fim? Jeremias 5:31

Apesar da mentira poder parecer aceitável, ela também é frustrante, pois quando ela vem à tona sempre haverá constrangimento.

 

Por que o homem mente tanto?

Amigo engana amigo, ninguém fala a verdade. Eles treinaram a língua para mentir; e, sendo perversos, eles se cansam demais para se converterem. Jeremias 9:5

O homem mente por várias razões;

1- Para ocultar os seus erros ou crimes.

2- Para não ser responsabilizado por algum prejuízo.

3- Para transferir responsabilidade dos erros para outrem.

4- Por vergonha das consequências dos seus atos.

5- Para ser visto como uma pessoa capaz, quando está ciente de sua incapacidade.

6- Para manipular situações para seu próprio benefício.

7- Medo de punições.

8- Para se destacar em um grupo parecendo ser uma pessoa especial.

9- Para obter ganhos indevidos.

10- Por ter compulsão em mentir. Mente mesmo sem ter propósito para isso.

 

A mentira dentro do contexto religioso é ainda mais perniciosa.

"Eu não os enviei! ", declara o Senhor. "Eles profetizam mentiras em meu nome. Por isso, eu banirei vocês, e vocês perecerão juntamente com os profetas que lhes estão profetizando". Jeremias 27:15

Se uma mentira desmascarada entre as pessoas já causa constrangimento, imaginemos uma mentira envolvendo o Eterno, aquele que nunca mente e de quem nada está em oculto?

Porque são mentiras o que eles profetizam para vocês, o que os levará para longe de sua terra. Eu banirei vocês, e vocês perecerão. Jeremias 27:10

Envolver o Eterno em uma mentira é uma atitude grave, e tal como alguns ditos profetas pretendiam enganar o povo dizendo que Deus disse o que ele não disse, ainda hoje encontramos pessoas dizendo falsamente que receberam revelações divinas querendo assim validar pensamentos próprios sem nenhuma influência sobrenatural, mas que também agradam os ouvintes, fazendo prática do pensamento “falar o que as pessoas querem ouvir”. Isso é pecado de quem fala e de quem ouve.

 

A Torá é repleta de alertas contra a mentira;

A testemunha falsa não ficará sem castigo, e aquele que despeja mentiras não sairá livre. Provérbios 19:5

Além de estar associada ao “pai da mentira”, ela sempre trará prejuízos, por isso a mentira não é inofensiva.

 

Por ser a mentira algo comum ao homem, espera-se que quando alguém deseja se aproximar do Criador essa “qualidade” seja desativada pela nossa consciência;

Se afirmarmos que temos comunhão com ele, mas andamos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. 1 João 1:6

Este texto mostra ainda uma condição agravante, a divindade está envolvida.

 

É de bom alvitre, que as pessoas lembrem sempre neste alerta do rei Salomão;

Saborosa é a comida que se obtém com mentiras, mas depois dá areia na boca. Provérbios 20:17

Muitos pensam em usufruir prazerosamente os frutos de uma mentira, mas o texto de Lucas diz em;

Não há nada escondido que não venha a ser descoberto, ou oculto que não venha a ser conhecido. Lucas 12:2

Mas aquela comida saboreada com a mentira, quebrará os dentes com a areia que aparecerá.

 

Devemos também ficar atentos para não nos envolvermos em apoiar a mentira de outros sendo cúmplices;

A testemunha falsa não ficará sem castigo, e aquele que despeja mentiras perecerá. Provérbios 19:9

Poderá surgir na sua vida alguém que irá usar um vínculo como parentesco, amizade ou autoridade (como um chefe) que exigirão que você sustente uma mentira para que essa pessoa não se prejudique. Se concordar com isso, a mesma culpa dessa pessoa recairá sobre você.

 

Os exemplos do mundo não nos devem impressionar, vemos meios como, por exemplo a política, onde a mentira prospera tanto que não desassociamos essas atividades como comuns e inseparáveis.

Os ímpios andam altivos por toda parte, quando a corrupção é exaltada entre os homens. Salmos 12:8

A mentira é tão comum com pessoas famosas, que temos a tendência de tolerarmos e relevarmos que tal personalidade seja um mentiroso, até porque desejamos acreditar que as suas mentiras serão cumpridas como verdades. Mas será que o Eterno releva essas coisas? Devemos mesmo aceitar isso como “normal”

 

A Torá é categórica;

Fora ficam os cães, os que praticam feitiçaria, os que cometem imoralidades sexuais, os assassinos, os idólatras e todos os que amam e praticam a mentira. Apocalipse 22:15

O Eterno não tolera e não vai relevar tal atitude!

 

Então, entre o corpo do Messias uma característica deve prevalecer sempre, mesmo que doa;

Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar a verdade ao seu próximo, pois todos somos membros de um mesmo corpo. Efésios 4:25

Deixe que o mundo minta à vontade, mas você não é mais deste mundo, mas do Reino de Deus.

 

É certo que existem algumas circunstâncias onde se debate incansavelmente sobre a ética da mentira, quando ela é usada para salvar vidas.

Bem, não sou eu que vou bater o martelo sobre a questão, mas vamos analisar alguns casos.

 

Quando os egípcios a virem, dirão: ‘Esta é a mulher dele’. E me matarão, mas deixarão você viva.

Diga que é minha irmã, para que me tratem bem por amor a você e minha vida seja poupada por sua causa". Gênesis 12:12,13

Se não bastasse uma vez, repetiu a dose;

Abraão partiu dali para a região do Negueve e foi viver entre Cades e Sur. Depois morou algum tempo em Gerar.

Ele dizia que Sara, sua mulher, era sua irmã. Então Abimeleque, rei de Gerar, mandou buscar Sara e tomou-a para si. Gênesis 20:1,2

Nas duas oportunidades, essa mentira quase levou Abraão a ser um homem traído por sua esposa sem que ela o desejasse.

O mesmo aconteceu com Isaque;

Assim Isaque ficou em Gerar.

Quando os homens do lugar lhe perguntaram sobre a sua mulher, ele disse: "Ela é minha irmã". Teve medo de dizer que era sua mulher, pois pensou: "Os homens deste lugar podem matar-me por causa de Rebeca, por ser ela tão bonita". Gênesis 26:6,7

Nos três eventos, foi necessário que o Eterno evitasse que algo pior acontecesse, ou seja, foram mentiras desnecessárias.

 

Há porém o caso da mulher que mentiu para poupar a vida dos espiões de Josué;

Mas a mulher que tinha escondido os dois homens respondeu: "É verdade que os homens vieram a mim, mas eu não sabia de onde tinham vindo.

Ao anoitecer, na hora de fechar a porta da cidade, eles partiram. Não sei por onde foram. Corram atrás deles. Talvez os alcancem".

Ela, porém, os tinha levado para o terraço e os tinha escondido sob os talos de linho que havia arrumado lá.

Os perseguidores partiram atrás deles pelo caminho que vai para o lugar de passagem do Jordão. E logo que saíram, a porta foi trancada. Josué 2:4-7

Esse é o tipo de mentira que gera muita polêmica.

Se ela os tivesse entregado eles seriam mortos, por ela ter mentido eles escaparam com informações para Josué. Como fica agora?

Em casos mais recentes, podemos lembrar que durante o “holocausto” dos anos 40 do século passado, muitas pessoas mentiram para os nazistas para salvar a vida de milhares de judeus na Europa ocupada. E então, como fica?

Há mentira que se justifica? Ou não?

Resposta difícil de ser definida!

Antes de dizer que não se justifica, responda, o que você faria naquela situação? Entregaria os judeus para serem levados para a morte?

Falo por mim, provavelmente eu mentiria também, pois o instinto de salvar uma vida me levaria a fazer qualquer coisa.

Pontos a considerar;

1- A mentira não era dirigida a Deus.

2- Deus nunca mandou alguém mentir em nenhuma circunstância.

3- Falar a verdade equivaleria a disparar um tiro em um judeu.

4- Mentira é mentira.

 

Uau! Que difícil!

 

Bem, no caso de Raabe, ela mentiu, mas as consequências foram;

1- Os espias ficaram vivos e completaram a sua missão.

2- Tanto ela como a família sobreviveram ao cerco de Josué à cidade.

3- Ela se casou com um judeu e foi ascendente na árvore genealógica do rei David e do Messias Yeshua.

 

Bem, fica por conta de cada um tirar uma conclusão pessoal, pois não tenho recursos para estabelecer uma doutrina fartamente embasada nas Escrituras sobre o assunto.

Eu, pessoalmente tenho como referência apenas este texto;

Se alguém vir seu irmão cometer pecado que não leva à morte, ore, e Deus lhe dará vida. Refiro-me àqueles cujo pecado não leva à morte. Há pecado que leva à morte; não estou dizendo que se deva orar por este.

Toda injustiça é pecado, mas há pecado que não leva à morte. 1 João 5:16,17

O Eterno não abre espaço para dizer que existem exceções na sua lei, o Eterno não diz que uma mentira que salva vidas não é mentira, mas ficou claro o entendimento de João de que a condenação no dia do juízo terá critério divinos muito especiais.

 

Então, fica como regra geral na vida do filho de Deus, a mentira deve ser abolida da sua vida. Não espere uma ação sobrenatural da parte do Eterno para lhe livrar do hábito de mentir, faça a sua própria escolha, e não minta mais.

 

Lembre-se;

O Senhor odeia os lábios mentirosos, mas se deleita com os que falam a verdade. Provérbios 12:22

Tempo de leitura: minutos


Compartilhe:


Leia também:

Estudo sobre Romanos - Parte 09

Vai um cookie aí?

Nós utilizamos cookies para aprimorar a sua experiência em nosso site. Ao fechar este banner ou continuar na página, você concorda com o uso de cookies.

Saiba Mais